sexta-feira, abril 14, 2006

O Evangelho de Judas


Jesus disse-lhe, então: «O que tens a fazer fá-lo depressa.» […] Nenhum dos que estavam com Ele à mesa entendeu, porém, com que fim lho dissera. Alguns pensavam que, como Judas tinha a bolsa, Jesus lhe tinha dito: 'Compra o que precisamos para a Festa', ou que desse alguma coisa aos pobres. Tendo tomado o bocado de pão, [Judas] saiu logo. Fazia-se noite.
[João, 13, 33 ss.]
É assim que é contado o momento chave na vida de Jesus pelo seu discípulo dilecto. Mas será realmente João o apóstolo mais próximo de Jesus? Afinal até este relato canónico tem algo de ambíguo. Judas é um traidor, mas também desempenha um papel indispensável na missão providencial de Jesus. Há muito, portanto, que se discute o significado de tudo isto. Seria realmente o traidor um discípulo fiel, talvez o mais fiel de todos?

Eis que chega (com algum atraso) a aguardada versão de Judas. Depois de décadas de peripécias que quase destruíram os papiros em que resistira, escondido durante muitos séculos, o único exemplar conhecido do Evangelho de Judas, ele está agora disponível graças aos fundos milionários da bendita National Geographic Society. A qual evidente não caça apenas tigres mas também Evangelhos (e provalmente qualquer outra coisa desde que rara e excitante e dinheirosa).

‘Judas disse-lhe: “Mas de que me serve ter recebido [esse conhecimento]? Se me puseste de lado nesta geração?” Jesus respondeu-lhe e disse: “Tu serás o treze, e serás amaldiçoado pelas gerações [futuras] – mas serás tu que [no fim] reinarás sobre elas. Nos últimos dias amaldiçoarão a tua ascensão à Santidade’.
‘Jesus disse-lhe: “[Vem] para que te possa ensinar segredos que mais ninguém alguma vez viu. Pois existe um grande Reino sem fim, cuja extensão nem os anjos conhecem, em que vive um grande Espírito Invisível:
que olhos de nenhum anjo viram
que nenhum pensamento de nenhuma mente compreendeu
que nunca foi chamado por nenhum nome.'


O texto vem acompanhado dum bom enquadramento no contexto religioso do Cristianismo primitivo. Fica-se a perceber porque é que este evangelho gnóstico não poderia ter sido aceite entre os canónicos, ou seja, os quatro evangelhos seguidos pelas Igrejas Cristãs actuais. (Gnosticamente mais se dirá, aos escolhidos, em poste futuro).

Quem preferir uma leitura mais aventurosa (e menos recheada de notas e lacunas) pode ir directamente para The Lost Gospel. O livro em que se contam as peripécias de décadas em torno do Evangelho de Judas por três continentes. Desiludam-se, no entanto, os que estão à espera de conspirações de Templários, da Opus Dei ou da Maçonaria e dos Anciões do Sião. Só há mesmo traficantes de arte gananciosos nesta história do evangelho perdido.

Certo, certinho é que qualquer destes livros vale certamente mais a leitura do que os textos de um certo traficante de arte alheia e conspirações de pacotilha, de seu nome Dan, Dan Brown. (Consequentemente ele teve e terá muito mais sucesso).
[Imagem: The Taking of the Christ, cortesia www.queenart.com. Para ilustrar o Evangelho perdido de Judas nada melhor do que o quadro do beijo de Judas e da prisão de Cristo que até há poucos anos também era dado como perdido. Quem quiser entrar no habitual jogo - onde está o Caravaggio? - notará que o pintor se representou a si próprio na última figura da direita].

4 Comments:

Blogger quarentaom disse...

APELO em divulgação na internet:

ÚTEROS ARTIFICIAIS: Uma Investigação Cientifica Prioritária


[ em ANEXO está explicado a origem do TABÚ-SEXO ]


As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir a sua História!!!!!!

As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir que a SOBREVIVÊNCIA não caiu do céu!!!
As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir que a SOBREVIVÊNCIA só foi possível graças a um Largo Trabalho Sociológico...... nomeadamente, uma Boa Gestão dos Recursos Humanos...... nomeadamente, o facto de elas terem conseguido MOTIVAR os machos sexualmente mais fracos no sentido de eles se interessarem pela SOBREVIVÊNCIA da SUA Identidade!!!
Dito de outra forma, agora que possuem as 'costas quentes' - graças à existência de Armas de Alta Tecnologia - as Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas não podem... pura e simplesmente... deitar os machos sexualmente mais fracos... para o 'caixote do lixo' da sociedade!!!!!!......


Como seria de esperar, o FIM do Tabú-Sexo está a provocar o Declínio Acelerado de muitos Povos Tradicionalmente Monogâmicos...
Com o FIM do Tabú-Sexo veio a acontecer aquilo que seria exactamente de esperar: a percentagem de MACHOS SEM FILHOS disparou... e... exactamente como seria de esperar... os machos de maior sucesso passaram a ter filhos de sucessivos casamentos...


Com o fim do Tabú-Sexo também vieram a suceder os seguintes fenómenos:
-1- a proibição da Poligamia passou a ser uma coisa que JÁ NÃO FAZ SENTIDO; de facto, basta observar o seguinte: muitas fêmeas das Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas passaram a procurar machos de melhor qualidade... oriundos de Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas...
[ Nota: Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que têm filhos... ou seja... estas Sociedades procuram seleccionar e apurar a qualidade dos seus machos... ]
-2- muitos machos das Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas passaram a ir à procura de fêmeas Economicamente Fragilizadas... oriundas de outras Sociedades...
[ Nota: Aqueles machos ( dotados de Boa Saúde... ) que não estão interessados em seguir este caminho..., devem possuir o LEGÍTIMO Direito de ter acesso a Úteros Artificiais ]


Mais, a Prostituição deve ser uma actividade rigorosamente controlada pelo Estado... de forma a que:
-1- seja concedido às profissionais do sexo todas as condições consideradas necessárias...
-2- os lucros obtidos com a exploração da 'Prostituição de Luxo'... possam comparticipar uma 'Prostituição a Custos Controlados'... mais barata ( para os Machos Sexualmente Mais Fracos - rejeitados pelas Fêmeas ) ... e sem 'beliscar' a dignidade das profissionais do sexo.



***************************************



ANEXO: A origem do TABÚ-SEXO

--- Nos tempos mais antigos... as mulheres teriam possuído toda a Liberdade e Independência.

--- Depois, mais tarde, pela necessidade de luta pela sobrevivência... ou ... pela ambição de ocupar e dominar novos territórios... alguém fez uma descoberta extraordinária: --> A REPRESSÃO DOS DIREITOS DAS MULHERES!
--- A Repressão dos Direitos das Mulheres tinha como objectivo tratar as mulheres como uns meros 'úteros ambulantes'... para que... as sociedades ficassem dotadas duma VANTAGEM COMPETITIVA DEMOGRÁFICA!!!!!!
--- De facto, quando as guerras eram lutas 'corpo-a-corpo' o factor numérico ( número de combatentes disponíveis ) era de uma importância decisiva... visto que...esse factor era ( frequentemente ) determinante na decisão das Batalhas e das Guerras...

--- Depois, pela necessidade de luta pela sobrevivência... ou ... pela ambição de ocupar e dominar novos territórios... alguém fez uma nova descoberta extraordinária: --> O TABÚ-SEXO!
--- O Tabú-Sexo tinha como objectivo proporcionar uma melhor rentabilização dos Recursos Humanos da Sociedade!?!?!?!...
--- De facto, o Ser Humano não é nenhum Extraterrestre: tal como acontece com muitos outros animais mamíferos, duma maneira geral, as fêmeas humanas são 'particularmente sensíveis' para com os machos mais fortes...
--- Analisando o Tabú-Sexo:
- a sociedade dificultava o acesso das mulheres à independência económica;
- as mulheres que não casassem eram alvo de crítica social...
[ portanto... como é óbvio... as mulheres eram 'pressionadas' no sentido do Casamento ]
- não devia haver sexo antes do Casamento;
- as mulheres não deviam procurar obter prazer no sexo;
- as mulheres que se sentissem sexualmente insatisfeitas, não podiam falar nesse assunto a ninguém, pois o desempenho sexual dos machos não podia ser questionado;
- era proibido o divórcio;...
...........torna-se óbvio que o Verdadeiro Objectivo do Tabú-Sexo eram montar uma autêntica armadilha às fêmeas... de forma a que... estas fossem conduzidas a aceitar os machos sexualmente mais fracos!!!
--- Dito de outra forma, o VERDADEIRO OBJECTIVO do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos mais fracos!!!

--- Nota: Quando as guerras eram lutas ' corpo-a-corpo', para além do factor numérico ser de de muita importância... frequentemente... o que decidia as guerras era a MOTIVAÇÃO com que os combatentes ( os homens ) lutavam...
--- Concluindo, ao permitir que fosse realizada uma Boa Gestão dos Recursos Humanos da Sociedade... o Tabú-Sexo fez com que... as sociedades ficassem dotadas duma VANTAGEM COMPETITIVA!!!...

MAIS:
--- Quando as batalhas eram lutas corpo-a-corpo... essas batalhas seriam autênticas carnificinas... portanto... era necessário uma grande disciplina... para não existirem homens cada um a fugir para o seu lado...
--- Ora, os responsáveis militares, da altura, não andavam a dormir... e sabiam que para se construir um exército disciplinado era necessário realizar previamente um Largo Trabalho Sociológico de Longo Prazo... no sentido de formar 'Homens Rudes'...; portanto, não é de admirar que tenham surgido na sociedade ' frases-feitas ' do tipo:
- " um homem nunca chora ";
- " não és homem não és nada se... ";
- " a tropa foi feita para os homens ";
- etc...

Que eu me lembre... eis três casos curiosos:
-1- as mulheres tinham de ficar em casa a cuidar dos filhos ( ou seja, era necessário assegurar a Capacidade de Renovação Demográfica...) , caso contrário, o inimigo impunha uma Guerra de Desgaste Demográfico... e ao fim de uma geração ( sem Renovação Demográfica do ‘outro lado’... )... ganhava a guerra 'com uma perna às costas'.
-2- as viúvas não podiam voltar a casar... pois... não era nada benéfico para a moral dos combatentes... eles pensarem que... se eles viessem a morrer no campo de batalha... depois a mulher ia 'curtir' com outro...
-3- existia uma forte repressão sobre os homossexuais... visto que ... a Sociedade necessitava de 'Homens Rudes' para combater nas batalhas ( autênticas carnificinas de lutas corpo-a-corpo... ).



P.S.
É preciso desmascarar esta SOCIEDADE HIPÓCRITA que pretende que sejam classificados como 'PRECONCEITOS'... determinados comportamentos... que foram ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIOS para a sua SOBREVIVÊNCIA!!!......

7:46 da tarde  
Blogger o inquiridor disse...

Agora deve começar a corrida às interpretações por parte dos peritos. A parte da revelação do conhecimento oculto até aos anjos parece realmente indicar uma origem gnóstica.

10:10 da tarde  
Blogger Marco disse...

No programa apenas se mostra a antiguidade do documento; nada se diz sobre a autenticidade do texto.

Seja como for, é apenas mais um docuemtno que mostra que nos anos iniciais do cristianismos existiam comunidades muito diversas.

2:19 da tarde  
Blogger bruno cardoso reis disse...

A diferenca entre autenticidade e antiguidade e bem vista. A antiguidade e relativamente simples de estabelecer. Muito mais complicada a autenticidade.

Mesmo os que aceitam que os evangelhos correspondem no essencial a uma versao testemunhada por um dos apostolos, geralmente reconhecem que ela tera sido depois passada oralmente e reinterpretada a luz dos problemas religiosos e das disputas entre as diferentes comunidades cristas.

Portanto, parece-me que o melhor que se conseguira com este apocrifo e dizer que ele representa a visao de Cristo de uma certa corrente crista (gnostica) primitiva.

8:08 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home