domingo, março 25, 2007

Montevideo, a outra "cidade luz"

Ontem a selecção portuguesa de rugby conseguiu o apuramento, num jogo difícil contra o Uruguai em Montevideo, para a fase final da taça de mundo da modalidade e que se disputará em Paris lá mais para o Verão. Não só é a primeira vez que uma selecção portuguesa lá chega, como é a primeira vez que uma equipa amadora o consegue. Foi um esforço tremendo produto de talento, muito trabalho e enorme perseverança. Para que conste, e desde logo nos "sevens", o rugby português tem sofrido uma enorme transformação, para muito melhor, nos últimos anos. Os jogos em campos pelados já são (quase) história, o número de praticantes vai subindo, a modalidade escapa a escândalos e à instabilidade de vária ordem que têm caracterizado nos últimos anos não só o futebol mas também o andebol ou o basquetebol. Em Paris não vai ser fácil. Os resultados serão modestos. Mas o importante é lá ir e consolidar o trabalho feito. Os portugueses não ligam muito? É pena! Mas não sei se a atenção dos portugueses fará assim muito falta por mais que os jogadores, a equipa técnica e os quadros da Federação Portuguesa de Rugby o mereçam indiscutivelmente.
Adenda: Este texto não foi escrito por causa do pedido da Vallera. Mas naturalmente agradeço-lhe o incentivo.

2 Comments:

Blogger vallera disse...

Parabéns à selecção de Rugby e parabéns ao Fernando Martins, um dos poucos da blogosfera que fez dois posts (um dos quais com uma excelente adenda)sobre o assunto.

7:11 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Pois sim. Hoje no noticiário da Antena 1 foi ouvido o capitão dessa selecção e nem sequer lhe foi perguntado nada sobre os seus colegas que ficaram uma noite na esquadra lá de Montevideu por terem feito desacatos a celebrar esse tal apuramento.

Só nos falta outra vez bandeirinhas nas janelas...

1:58 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home