segunda-feira, junho 26, 2006

A telenovela

Que a extrema-esquerda portuguesa não se entenda, também quanto à questão timorense, não terá nada de novo. O que apesar de tudo esperaria é que fossem minimamente convincentes nos seus comentários sobre uma questão de tão grande relevância para os destinos da pátria portuguesa (e penso que também da própria pátria timorense). Infelizmente, sobretudo para essa mesma esquerda, nada ultrapassa o maniqueísmo mais básico. Para Ana Gomes, na Causa Nossa, o mau é o muçulmano Mari Alkatiri. Para Daniel Oliveira, no Arrastão, o belzebu é o anticomunista primário chamado Xanana Gusmão. Por mim, apenas digo que sigo com emoção não a telenovela timorense mas as suas ramificações na esquerda caviar-radical portuguesa. Cenas dos próximos capítulos?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home