quinta-feira, setembro 13, 2007

Boa onda


A capacidade do Dalai Lama de criar relações harmoniosas entre pessoas e partidos antagónicos é espantosa. Ainda ontem Tenzin Gyatso chegou a Lisboa e Jerónimo de Sousa começou logo a falar nos problemas políticos do Tibete e nas razões para negar uma recepção oficial ao Dalai Lama, num tom repleto de «boas vibrações» para com o Governo, anteriormente classificado pelo PCP como o «mais à direita em Portugal desde o 25 de Abril».

Etiquetas: , ,

3 Comments:

Blogger kermit disse...

Não entendo porque é que temos de concordar com todas as perspectivas dos nossos parceiros comerciais e políticos.

6:54 da tarde  
Anonymous Luis disse...

Como observador do que se passa no meu país, parece-me que foram os jornalistas que procuraram a opinião do Jerónimo e não o contrário, e como é normal ele deu-a. E a opinião que ele deu foi sempre a mesmo que vi o PCP a tomar nas questões externas, isto é que se deve respeitar sempre os princípios de igualdade de direitos, soberania e não ingerência nos assuntos internos dos outros países. Folgo que desta vez o governo os tenha seguido.

4:35 da tarde  
Blogger aviador disse...

Les beaux esprits se rencontrent!

10:31 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home