sexta-feira, maio 25, 2007

Vitórias Democratas, vitórias de Pirro

O Congresso norte-americano, com larga maioria democrata, votou ontem a proposta do presidente Bush que reclamava 100 biliões de dólares para serem gastos com a guerra no Iraque (The New York Times). Simultaneamente, nenhum calendário relativo à retirada das tropas dos EUA daquele país foi discutido ou aprovado. Poderia dizer, e digo, que se tratam de boas notícias para a Administração Bush, para os EUA, para os seus aliados (incluindo os mais cínicos), para o Iraque, para o Médio Oriente e, pasme-se, para o mundo (por mais que o dito Médio Oriente já não importe). Mas, sobretudo, queria sublinhar que a vitória dos Democratas nas eleições para o Congresso do passado mês de Dezembro foi, claramente, uma vitória de Pirro. E é fácil dizer porquê. Assentava em propostas políticas totalmente irrealistas no que respeitava à resolução “questão” iraquiana e avaliava, uma vez mais, deficientemente a sensibilidade dos norte-americanos em relação à guerra. É que embora os norte-americanos sejam, na sua maioria, cada vez críticos do conflito e da forma como tem sido gerido, exigem, também maioritariamente, que o esforço de guerra continue a ser financiado. E morta, nos termos colocados pelos Democratas, a questão iraquiana, expira-se a vitória daqueles e os seus efeitos nas eleições de 2008. Por mais que muita coisa mude até lá. É que já não será a mesma coisa.

Etiquetas:

1 Comments:

Anonymous Anónimo disse...

o Iraque e a agricultura alternativa:

http://www.nzherald.co.nz/section/2/story.cfm?c_id=2&objectid=10441449



Battle for Baghdad (CBC documentary)
http://video.google.com/videoplay?docid=-8532554510417169680&q=the+battle+of+bagdad

12:12 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home