terça-feira, maio 22, 2007

Desgovernar Lisboa

Não percebi, no Prós e Contras (só vi o início), se o Paulo Varela Gomes quer apenas mudar o regime político em Portugal ou ainda alterar a natureza dos Portugueses como pré-condição para se melhorar as coisas em Lisboa. Seja como for, fico a aguardar o seu próximo passo.

Eu por mim já me contentava com um Plano Verdinho para Lisboa; com ainda mais transportes públicos (que já há muitos e bons, e que me levam, graças a Deus, sem problemas ao teatro); com vias cicláveis a sério (e não brincadeiras mal feitas e de fim-de-semana); com mais parquezinhos; com mais restauro e menos construção. Isto nem custa muito dinheiro, nem exige grandes alterações constitucionais. Seria preciso uma equipa de jeito, alguma visão sobre o muito que se pode mudar com pouco, uma real vontade e possibilidade de governar a cidade. Espero que o António Costa vá por aí e consiga um mandato claro para o fazer.

Quanto aos estrangeiros não me preocupava, continuam - na minha experiência - a gostar muito de Lisboa. Isto das cidades do imaginário tem certas vantagens. Até os desgovernos vão à conta do pitoresco. Mas podia-se fazer mais e melhor pelos que vivem em Lisboa, assim o quiséssemos.
IMAGEM: Cortesia de Carlos Botelho e CAM (pelo menos até ver).

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home