domingo, outubro 22, 2006

Os primeiros “roncos” e as ladainhas.

Ontem na Rádio Renascença, em “Com Sal e Pimenta”, Manuel de Lucena, recordando e citando a expressão usada por um chefe de polícia em Cabo Verde, nas vésperas da independência, para caracterizar um ambiente de mal-estar político e social ainda não demasiado evidente, dizia que em Portugal se começam a “ouvir os primeiros ‘roncos’”. Isto a propósito das manifestações e outros sinais de desagrado em relação à governação e – no mínimo – à inconsequência de muitas das suas políticas. Ou seja, começa a haver um cada vez maior descontentamento – afinal a paciência tem limites – pelo facto dos sacrifícios exigidos às classes médias não estarem a produzir resultados evidentes. Veremos então para onde vai evoluir o "ronco". Adenda: Estou agora a ouvir na TSF um excerto do discurso de ontem de Sócrates em Mangualde. Falava a militantes do PS. Muito sinceramente era igualzinho às ladainhas do Bruno aqui no Amigo do Povo.

1 Comments:

Blogger bruno cardoso reis disse...

Obrigado Fernando, mas não creio merecer tanto!

7:50 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home