sexta-feira, outubro 20, 2006

Lovely

Quando fiz dez anos alguém me deu um caderninho Lovely, daqueles da Flomo. Sem grandes dilemas, transformei-o no meu primeiro livro secreto. Quer isto dizer que o atei com duas voltas de elástico cor-de-rosa. Está titulado O Meu Diário, mas à segunda entrada lê-se: "Diário, não te posso escrever todos os dias, quando me vem a inspiração escrevo. " Numa existência repartida entre a escola, a sirumba, a catequese e o Roque Santeiro, volta que não volta, arengava coisas assim, numa caligrafia solavancada:

[E é que nem pensar em corromper o fraseado original. Ne varietur forever.]


"Data: 21/10/87 Tempo: Frio

Querido Diário hoje fiz uma má descoberta.
Descobri que tenho poucos amigos, mais amigos que amigas. Amigas tenho: Dora, Bárbara, Gisela, Elisabete e amigos tenho: Nuno , Sérgio, Pedro Rosa Miguel Filipe . Isto na escola, porque cá em casa e na rua é diferente são todos meus amigos.
Lá na escola, não, todos me acham má, mandona. Talvez seja, mas, daqui a uns meses talvez seja diferente.
Adeus!
Ainda continuando fui há catequese, gostei e por acaso numa coisa que ele disse eu pensei na série "Pecados" que não me sai da cabeça.
Registro isto aqui para não me esquecer. Um ídolo novo
Fábio Jr.
P.S Gosto muito de ti porque às vezes gosto de desabafar!
Adeus!
Cláudia"

E era assim a vida, cheia de erros simples.

[Foto: Flomo, School Supplies - Laser Series]

5 Comments:

Blogger Fernando Martins disse...

Obrigado por nos deixares espreitar esta pequeníssima parcela da tua intimidade. Uma intimidade cheia de bom gosto.

11:37 da tarde  
Blogger Luís Aguiar Santos disse...

Tão novinha que eras e já "idólatra", embora Fábio Jr talvez não fosse um grande pecado)... :)

12:28 da manhã  
Blogger Ana Cláudia Vicente disse...

E cada semana era um ídolo diferente, cada um mais foleiro ("tão giro!", na minha apreciação da altura) que o anterior: Timothy Dalton, o 007 de bigode, e Don Johnson (por quem enchi uma página com um "I Love Don" em verniz vermelho da minha mãe), do Miami Vice. No ano seguinte, com "Cocktail", Tom Cruise levou-me a comprar um enorme e lindo poster da sua pessoa. Sermos pequenos era tão fixe.

Bom fim de semana, rapazes! :)

2:18 da tarde  
Blogger Pedro Correia disse...

Adorei este teu textinho...

4:28 da tarde  
Blogger ana disse...

:))))

11:54 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home