quinta-feira, outubro 26, 2006

Grandes em quê?

Os Grandes Portugueses serviu pelo menos para ilustrar, desde já, uma coisa em que realmente costumamos ser grandes: botar faladura sem o mínimo de trabalho em perceber aquilo de que se está a falar. Foi o caso dos inúmeros comentaristas que se apressaram a vir condenar a lista de nomes de grandes portugueses em que se podia votar, quando uma visita ao sítio do programa poderia ter esclarecido em 2 minutos que se tratava de meras sugestões e cada um podia votar em quem lhe apetecesse. Achar que os portugueses, coitadinhos, se sentiriam constrangidos por essa lista de sugestões parece-me uma ideia insultuosamente ridícula. Se alguma coisa caracteriza o bom povo português neste momento é o desejo de dar opinião sobre tudo e sobre nada, mesmo sem conhecer nada do assunto.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home