quinta-feira, outubro 26, 2006

Escritores copistas e ladrões


A polémica acerca do alegado plágio de Miguel Sousa Tavares no romance Equador ignora uma observação certeira de Horacio Quiroga, um grande escritor argentino: um mau escritor copia; um grande escritor rouba. O ponto não é se Miguel Sousa Tavares escreve as mesmas coisas que aparecem noutros livros, mas se as escreve com outro estilo.

2 Comments:

Anonymous Anónimo disse...

Escreve-as obviamente com outro estilo: o estilo de admirador do Pinto da Costa.

3:20 da tarde  
Anonymous Jofre Alves disse...

Não leio romances - somente literatura das ciências históricas -, por isso não posso emitir alguma opinião sobre o alegado plágio do filho do Chico "Tareco" - para quem não sabe, Miguel é filho do falecido Francisco de Sousa Tavares, advogado, monárquico, resistente ani-salazarista, político, deputado, ministro, jornalista, escritor, etc. O comentário anterior, esse, foi cheio de humor.

3:52 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home