terça-feira, setembro 19, 2006

O Beijo

Hoje no Campo Grande em Lisboa, por volta das 4,30 da tarde, numa daquelas duas esquinas onde costuma parar um dos senhores polícias que guarda a casa do presidente Mário Soares, dois jovens beijavam-se, e beijavam-se bem! Numa questão de segundos dei por mim a pensar que já não via nada assim há algum tempo. Terão passado meses, anos? O que é que terá mudado para que se tenha tornado tão raro ver adolescentes em animada marmelada na via pública? Provavelmente ando distraído ou frequento lugares sem jovens, ou com jovens que não se beijam. Certo é que fiquei tão agradado por ver este gesto de paixão e este delicado pontapé no recato que passei pelo jovem casal olhando fixamente para os lábios e as línguas que se uniam e tocavam. E de olhar tão fixamente, embora com algum pudor, não pude deixar de ver a pequena sombra de buço que despontava por cima dos lábios da jovem moça.

2 Comments:

Blogger Luís Aguiar Santos disse...

Isto, sim, é que é crónica de costumes! :)

10:56 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

bah. a do buço era dispensável.

11:47 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home