terça-feira, agosto 08, 2006

Uma valsa para Miss Pearls

Por ocasião do aniversário do blogue de Miss Pearls, o Amigo do Povo presta-lhe homenagem com uma valsa. Quatro razões justificam a escolha da dança. Em primeiro lugar, porque era, no século das Luzes e do outro Amigo do Povo, o de Marat, uma dança popular. Em segundo lugar porque a desconfiança da alta sociedade em relação a esta dança vista como imoral foi-se amaciando e sofreu uma reviravolta quando Sigismund Neukomm (1778-1858) introduziu a valsa no Congresso de Viena, em 1815. Outro argumento a favor da escolha é a estreita relação desta dança com a cultura luso-brasileira: a valsa foi levada, em 1808, para o Brasil, pela corte portuguesa. E o próprio Neukomm vai viver para o Brasil em 1816, tornando-se perceptor do príncipe D. Pedro. Last but not least, embora não perceba nada de etiqueta, acho verosímil que uma valsa possa ser dançada por uma senhora com um colar de pérolas.

5 Comments:

Blogger Ana Cláudia Vicente disse...

João, que bonito! Esta amiga do povo subscreve agradada e inteiramente as tuas palavras, claro :)

1:17 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Verosímel? Esse mel não conheço.

3:07 da tarde  
Blogger MissPearls disse...

Não está um encanto Ana Cláudia? Um post com valsa dentro! :)
Só tu João. Muito obrigada e um beijinho

5:46 da tarde  
Blogger João Miguel Almeida disse...

Beijinhos, Isabel.

10:28 da manhã  
Blogger João Miguel Almeida disse...

Segundo o «Ciberdúvidas da Língua Portuguesa» é verosímil. Quando escrevi o post tive essa dúvida, mas não tinha nenhum dicionário à mão e «verosímel» pareceu-me verosímil. Mas é um caso em que a verosimilhança não corresponde à verdade. Apesar de uma rápida pesquisa no google me ter mostrado que «verosimel» adocica muito a blogosfera. Desta vez precavi-me: em Portugal é mesmo verosimilhança e não verossimilhança como no Brasil.

10:46 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home