segunda-feira, junho 23, 2008

História, Estratégia, Cultura


Este verdadeiro clássico, um dos textos fundadores da História, surge agora (creio que pela primeira vez em Português) integrado numa colecção não de História, não de Estudos Clássicos, nem, sequer, numa de Estudos Europeus ou Helenísticos, mas sim na colecção de Clássicos do Pensamento Estratégico das Edições Sílabo.

A História da Guerra do Peloponeso, texto de Tucídides, chegou-nos incompleto, apesar de ainda assim ser uma obra extensa, rica e influente. Esta edição inclui ampla informação adicional, sobretudo militar, mas também sobre o mundo Antigo em geral.

Agora que as Feiras do Livro encerraram e que o Verão chegou, é mais do que uma óptima leitura, é um acontecimento cultural. Se não tem em seu redor o banzé que acompanhou nos últimos anos traduções de clássicos (vários deles muito menos importantes que Tucídides), isso é apenas lógico e em linha com o que costuma suceder com a maioria dos trabalhos de fundo da edição nesta área. Hoje calha à Sílabo, como já sucede com a INCM e mesmo com a Gulbenkian há vários anos. São os critérios do nosso jornalismo cultural.

À custa de ser repetitivo, sobre o assunto já escrevi, aqui.

PS - A propósito de coisas antigas (à escala de blogs), caro Amigo Bruno, não sei se terá visto esta entrevista no DN de hoje...

Etiquetas: ,

2 Comments:

Blogger MFerrer disse...

Alguém sabe onde posso comprar " A retirada dos 10.000", tradução do Aquilino Ribeiro?
Gostava d eo ter.
Obrigado pela informação sobre esta Guerra do Peleponeso, vou comprar logo que encontre!
MFerrer

6:14 da tarde  
Blogger CLeone disse...

lamento, mas não sei como o ajudar nessa demanda, avante com essa retirada,de qq modo...

6:34 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home