quarta-feira, junho 18, 2008

Regressando

Depois de algum tempo de silêncio, motivado por uma deslocação à margem esquerda do Guadiana e onde, como diriam os "gato fedorento", não disponho de internet, regresso.
Para escrever que os sinais da crise estão demasiado à vista e com uma tendência para piorarem com a aproximação das eleições legislativas. Sócrates encontra-se na pior posição de sempre, interna e externamente. A falta de alternativas é gritante no quadro político actual. Não creio mesmo que Ferreira Leite venha alguma vez a representar alguma opção válida para contrariar a reeleição do primeiro-ministro.
Mas será que a gasolina e o gasóleo que os veraneantes vão gastar se esquece com a água do mar e com o sol tórrido? Como estará esta crise depois do Verão e das férias? Eu arrisco que todo este clima se esbaterá durante alguns meses e, talvez lá para Novembro, se volte a sair à rua. Quando estiver mais fresco e não for tão aborrecido estar horas ao sol a gritar palavras de ordem. Espero bem que me engane.

2 Comments:

Blogger MFerrer disse...

Já agora
Sorry,
Só para informar que, apesar da comunicação social portuguesa nada dizer, o Tratado de Lisboa foi ontem solenemente ratificado pela Inglaterra. Por acaso o mais populoso país da UE e a mais velha democracia representativa...
Lá vão ter de adiar o velório e guardar as coroas funerárias...
Ou então podem enviá-las aos proprietários de terras, ditos agricultores, que se queriam mnifestar em cima dos tractores movidos a propaganda do PCP e a gasóleo subsidiado pelo contribuinte.
Uma coisa parva!
MFerrer
http://homem-ao-mar.blogspot.com

2:22 da tarde  
Anonymous José Freixo disse...

Trememos de medo da "mais velha democracia representativa" e da sua clarividencia...
Agora é que não há mais nada a fazer se eles retificaram, está decidido!

12:22 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home