segunda-feira, maio 05, 2008

Charles «Chuck» Tilly (1929-2008)

Morreu um dos maiores cientistas sociais do século XX, e um dos que certamente dará mais trabalho ao século XXI, um dos nomes grandes da sociologia histórica: Charles Tilly, ou «Chuck» Tilly, como gostava de ser tratado. Assim se apresentou a mim depois de nos cruzarmos numa conferência em que lhe levantei um par de objecções que ele quis discutir mais a fundo. Nos testemunhos que li de quem o conheceu realmente vejo sublinhados traços que também me impressionaram nesse breve encontro: a curiosidade intelectual, a disponibilidade para discutir as suas próprias teses e ouvir as dos outros.

Basta olhar para qualquer CV ou bibliografia para ver como, com os seus 78 anos, continuava a ser uma força da natureza. (Nesse encontro falei-lhe do seu último livro, e ele logo me corrigiu, «último não, já saiu outro!»)

Infelizmente só uma obra sua parece ter sido traduzida para português (aparentemente por fazer parte de uma colecção traduzida na íntegra) e parece estar esgotada. É pena. Ele até tem livros para todos os gostos e todas as carteiras. Num dos últimos - intitulado: Why? - dedicou-se a procurar uma tipologia básica das explicações que damos a nós próprios e aos outros pelas nossas acções.

Um cientista social incontornável para quem queira pensar o Estado e a Violência, um pensador deleitoso de ler para quem goste de análise ambiciosa, arriscada, interdisciplinar, comparativa.

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home