sexta-feira, maio 18, 2007

A ira da Rainha da Noite

A propósito de "Flauta Mágica" e de Mozart, este soube utilizar o seu génio na perfeição para dar expressão musical aos grandes sentimentos humanos, mesmo os piores. É o que se pode ver nesta ária da Rainha da Noite, a maléfica, que aqui quer obrigar a sua filha Pamina a matar Sarastro, o sábio. Para transpor as emoções fortes para a ópera, o nosso compositor criou verdadeiros exercícios de ginástica vocal que se tornaram provas de fogo para os artistas líricos, como esta ária também demonstra (sejam pacientes e deixem passar o recitativo, até chegarem à música).

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home