sexta-feira, maio 18, 2007

Intenções

Este mês de Maio dedica-o o Rádio Clube Português à “causa” da fome em Portugal e no Mundo. Junho, quando começa em força a época balnear, poderá a mesma estação radiofónica dedicá-lo à obesidade, a chamada epidemia do século XXI (na verdade apenas uma de muitas neste mundo cada vez mais perigoso). Mas a “causa” autêntica e quase oculta do Rádio Clube Português, aliás legítima, é subir mais uns degraus nas “audiências”. Conclusão: quem de fora vai ouvindo estas coisas não tem dúvidas que a imaginação escasseia e que de boas intenções continua o inferno cheio. Seja para matar a fome ou conseguir boas audiências e mais receitas de publicidade.

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Miguel Reis Cunha disse...

Caro Fernando,
Ainda assim devo dizer que considero a Rádio Clube Português, neste momento, de longe, a melhor rádio portuguesa do momento por ser a que melhor promove a reflexão e o combate à acefalia e indiferentismo cultural em que vivemos. Considero excelentes as prestações de Pedro Rolo Duarte, Nuno Rogeiro, Daniel Sampaio (Esfera Familiar), etc.

2:26 da manhã  
Blogger Fernando Martins disse...

Também me parece que, neste momento, é uma das melhores rádios portuguesas, embora não aprecie Daniel Sampaio e Nuno Rogeiro. Não sabia que Pedro Rolo Duarte estava no RCP. Pensei que sustentava um programa ao Domingo de manhã na RDP 1. O melhor do RCP está nas manhãs de Sábado, no "Lugar Cativo" e no "Olhe que não." O programa da manhã é capaz do melhor e do pior, em grande medida por causa da falta de imaginação do apresentador. Os noticiários têm que ser muito melhorados. Mas acredito que isso só se consiga com o tempo. As conversas à tarde também não são más. Embora raramente as ouça. Falta no RCP um Nuno Markl e uma "Linha Avançada". Ambos na Antena 3.

12:02 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home