quinta-feira, abril 12, 2007

Sousa Franco

Foi uma vergonha, que demonstra cristalinamente o estado de grande desespero em que se encontra o primeiro-ministro, a evocação por este do nome do Professor Sousa Franco na entrevista de ontem dada à televisão do Estado. Sousa Franco foi um mais prestigiados professores de Direito da sua geração, com uma carreira justamente reconhecida entre nós e no estrangeiro. Usar o nome deste homem, mesmo que fosse para, singelamente, citar um par de versos que o terá ouvido pronunciar sabe Deus quando, demonstra que Sócrates não tem escrúpulos. As dúvidas que ainda subsistem, eu diria até que se adensam, sobre as razões e a natureza da passagem de José Sócrates pela Universidade Independente, não podem nem devem ser misturadas com o percurso académico de um homem que dedicou a maior parte da sua vida a um ensino universitário de excelência e à investigação do Direito na área económico-financeira. Mesmo que um dia tenha cometido o erro de se juntar a António Gueterres num Governo de que Sócrates também fez parte.
Não é evocando Sousa Franco que se ganha credibilidade e respeitabilidade. Aliás, o que é pensaria e diria Sousa Franco de uma licenciatura tirada às três pancadas na Universidade Independente? Penso que não é preciso um grande esforço para o imaginar.

2 Comments:

Blogger bruno cardoso reis disse...

Com certeza não sabemos. Mas tendo em conta a posição da sua esposa, e o seu percurso de vida - a insistência no rigor orçamental, nas reformas do sector público, nas preocupações sociais - realmente não tenho muitas dúvidas.

Engenheiro em Portugal é título. Não vejo que alguém se possa realmente sentir enganado pelo seu uso neste caso.

Quanto à frase, em rigor, ela não era uma expressão que Sousa Franco dissesse de passagem, mas o seu princípio de vida, que nomeadamente mandou gravar no seu ex-libris.

2:36 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Sousa Franco nao era amigo de Espanha

6:33 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home