quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Um “hurra” pela Coreia Medieval do Norte

Na Dra. Joana Amaral Dias sempre invejei - saudavelmente - a inteligência, o bom senso e a capacidade que tem para falar sobre tudo. Fá-lo continuamente, muito bem preparada, combativa e com uma enorme, mas sempre autêntica, humildade. Ontem, a propósito da solução internacional putativamente encontrada para o problema nuclear criado pela Coreia do Norte e que se arrasta há anos, a Dra. Joana Amaral Dias classifica de "feudal" o regime que vigora no topo setentrional da península coreana. Eu, que ignorava tal coisa, imagino o que será aquele belo país, para além, claro está, da vida quotidiana muito dura que levam os servos da gleba (tudo por causa das fomes, guerras e pestes cíclicas que os atormentam e dizimam). Na Coreia feudal, ou medieval, tirando estes pormenores que a Dra. Joana não ignora, antes pelo contrário, temos então: os castelos, as catedrais, os "torneios", os conventos, o latim medieval, os cavaleiros e “duas” bombas atómicas...
É uma querida a Dra. Joana Amaral Dias ao chamar “feudal” a uma coisa que alguns ignorantes apelidam, superficial e indiscriminadamente, ora de socialista ora de comunista. “Feudal” é muito mais giro e deve recordar-lhe os castelos e as bonequinhas com que brincava na sua saudosa e feliz infância, os filmes e as séries de televisão sobre o Robin dos Bosques e quejandos, além dos contos de encantar lidos antes de ir para a caminha e protagonizados por princesas adormecidas e príncipes encantados. Gritem-se então dois grandes “hurras”. Um pela Coreia Medieval/Feudal do Norte e outro pela Dra. Joana Amaral Dias que já foi uma criança como qualquer um de nós.

2 Comments:

Blogger Sofia Rodrigues disse...

Não esqueçamos a sua expressão, acompanhada pelas suas, já célebres pestanas, enquanto discorre sobre este fascinante assunto!

10:37 da tarde  
Blogger Fernando Martins disse...

Serão naturais as pestanas de Joana Amaral Dias?

10:20 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home