quinta-feira, dezembro 21, 2006

Cavaco Silva, pois claro!


Também para mim, e no essencial pelas mesmas razões, a eleição de Cavaco Silva e o próprio Cavaco Silva são o acontecimento e a personagem do ano de 2006 em Portugal. Para o ano logo se verá!
Já agora, e ao contrário de Paulo Gorjão, não me parece que faça muito sentido na análise da acção política - e também na da Presidência da República e de Cavaco Silva - dar grande enfâse à distinção entre táctica e estratégia. É que por mais que um político ou um órgão de soberania tenha, ou tenham, uma estratégia, a gestão do quotidiano estica a táctica e mirra a estratégia. Aliás, não é à toa que a estratégia é, sobretudo, questão de manuais universitários e de memórias e autobiografias políticas. Em política a melhor, para não dizer a única, estratégia é ser mestre na táctica.

1 Comments:

Anonymous Anónimo disse...

Para o bem e para o mal, a personagem do Ano do 2006 em Portugal será sem dúvida o camarada Sócrates.

10:53 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home