quarta-feira, dezembro 20, 2006

Um verdadeiro falcão.


Daniel Oliveira (quem podia ser?), que eu conheci “pacifista” nos tempos do inolvidável Barnabé, é agora um advogado da proliferação das armas nucleares no Médio Oriente. Afinal, se Israel as tem, não há razão nenhuma para que todos os outros fiquem sem elas. Se continua assim, tão sábio em temas segurança internacional, Daniel Oliveira ainda se arrisca a fazer parte da Comissão capitaneada James Addison Baker IV. Idade já ele tem. Só lhe falta status.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home