terça-feira, agosto 29, 2006

Leitura

Vale a pena ler. Sempre por causa da ironia, mas desta vez por causa de uma certa auto-comiseração. Um tique que, não sei porquê, tem caracterizado os textos publicados na imprensa por aqueles que cá no burgo andam pela casa dos 60 e se destacaram na nossa vida pública, por boas ou más razões, desde, vamos lá, 1962. Só é pena que só se tenham lembrado deles - ao menos no Público de há umas semanas - por causa de um americano pouco ou nada fiável que acaba de completar seis décadas naquele que se convencionou chamar o mundo dos vivos.
De qualquer modo, que cumpram muitos mais...
Legenda: Na foto aparecem as famosas "pernas tortas" de Garrincha. Fazem lembrar as de Marilyn Monroe mas, sobretudo, também nos recordam que na geração de 1960 nem tudo o que luz é ouro. Antes pelo contrário.

1 Comments:

Blogger Gabriel disse...

Oh meu amigo!
Vossemece é que sabe se lhe fazem lembrar as de Marilyn Monroe!
Confesso, a mim, ao olhar para as da senhora nunca me lembraria de um tal de Garrincha.

ver com óculos: http://www.goddessfreya.info/nifty/mm.jpg

7:18 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home