sexta-feira, maio 11, 2007

Papageno e o chuto que dá na morte...

Para deixarmos a paragem trágica e lúgubre em que apanhámos o comboio de Mozart no post anterior, nada como ver este excerto de "A Flauta Mágica", no qual Papageno, o simples, se salva da tentação da morte com duas coisas também simples: a música e uma companheira (Papagena) para o "aquecer" e por ele ser "aquecida". Se, para além da própria qualidade da criação musical, há coisa em que o génio de Mozart se evidencia é nisto: saber construir (saber captar) musical e dramaticamente o pulsar dos egos grandes e trágicos e, ao mesmo tempo, os dos simples e "mansos" (até nos trazer, com diferença de segundos, às lágrimas e ao riso)...

1 Comments:

Blogger Tarzan disse...

Excelentes postas.

Se quiserem alguns vídeos e textos relativos a Bach, favor visitar

caldeiradadeneutroes.blogspot.com

Um bocadinho lá mais em baixo...

6:58 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home