domingo, abril 29, 2007

Topete

Daniel Oliveira tem topete. Durante anos militou no PC e, como muitos outros camaradas, conhecia o índex de antifascistas que o seu partido sempre perseguira e desconsiderara da forma mais vil. Agora vem chorar lágrimas de crocodilo pelo facto de jovens comunistas, na melhor tradição do partido, terem vaiado Edmundo Pedro e outros antifascistas no decurso da manifestação ao 25 de Abril que, em Lisboa, desceu a Av. da Liberdade e acabou no Rossio. Edmundo Pedro, e os outros, dispensam, certamente, estas provas solidariedade. Antes e depois do 25 de Abril – mas sobretudo antes – foram vítimas de ostracismo feroz (e pior) por parte de sucessivas direcções comunistas e não precisam, para continuarem viver dignamente do ponto de vista pessoal e político, do falso moralismo declamado por Daniel Oliveira. Ou o Daniel Oliveira, quando andou pelo PC, ignorava o sectarismo do partido a que pertencia e as consequências que tinha, e que o dito sectarismo não era consequência da "ignorância", mas antes pelo contrário?

Etiquetas:

2 Comments:

Anonymous rebel.rebel disse...

... e entrou no meu blogue, onde eu também tinha referido o sucedido, e pergunta-me, na caixa de comentários, com um ar muito surpreendido: onde é que ouviu isso?

10:47 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

...nada pior que um ex-comunista para acusar outro ex-comunista!

12:52 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home