quinta-feira, abril 26, 2007

O Túnel do Marquês.

Fiz hoje, por volta das cinco e meia da tarde, o túnel do Marquês. Entrei pela Fontes Pereira de Melo e só parei na Calçada do Galvão, mesmo em frente à Igreja da Memória, coisa que nunca me tinha acontecido em 41 anos de vida. Como se pode calcular, em nenhum momento senti a minha vida em perigo, apesar de ter andado a "50" dentro da citada estrutura rodoviária. Carmona e Santana estão de parabéns. Coisa de que nunca duvidei. Já quanto ao vereador independente do Bloco de Esquerda, ele que vá, literalmente, à merda com o seu populismo, o seu puritanismo hipócrita, a sua arrogância e a sua irresponsabilidade.

Etiquetas: , , , ,

7 Comments:

Blogger bruno cardoso reis disse...

E porque não desejar algo pior, que Sá Fernandes seja constituído arguido? Mas para isso seria preciso que houvesse indícios de que ele violou a lei, em vez de fazer legitimamente uso dela. É capaz de ser mais difícil do que em relação a Carmona & Comp.

12:42 da manhã  
Blogger JMV disse...

Envergonhe-se da terminologia que empregou: apenas o qualifica a si próprio.

1:58 da manhã  
Blogger Fernando Martins disse...

Adorei o puritanismo e o gosto pelo respeitinho de JMV. Também o/a qualifica!

10:27 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Tenho uma vaga ideia, mas deve ser maluquice minha, de que todos os defeitos que form apontados a este túnel muito baratinho permitiram afinal que a obra corrigisse ene defeitos.

Não deve ser: é maluquice minha. Estou de certeza patarouco. Aquilo é uma maraivilha que devia ser nomeada para as 7 Maravilhas de Portugal, o contrário é uma grande injustiça.

1:49 da tarde  
Blogger JP disse...

Fernando Martins, isso está mesmo complicado. Após uma breve pausa sem poder ler o blog, estive a acompanhar as ultimas entradas. E começo a notar alguma inconsistência em menos de dois dias. No dia 25, queixa-se que pelo mau serviço, mau profissionalismo e sente que Portugal não é bem Europa. E depois, quando, por manifesta incompetência na tomada de decisões, nem que seja a de efectuar os essenciais testes básicos, existe alguém que coloca uma providencia cautelar, usando o mais elementar bom senso cívico Europeu (ou Ocidental), manda-se o senhor vereador para um qualquer excremento.

9:00 da tarde  
Blogger Fernando Martins disse...

Caro, ou cara, JP. Mas por que raio não posso criticar veementemente o homem? Além disso, ao uso de um direito correspondem deveres, ao menos, proporcionais. E para estes o agora vereador esteve-se absolutamente nas tintas, não pedindo sequer desculpa por ter usado indevidamente um direito, uma vez que os tribunais não lhe deram razão. Não seria boa ideia obrigá-lo a pagar com o seu património parte dos prejuízos que causou? Se não à Câmara, ao menos aos cidadãos que foram prejudicados por uma providência cautelar que sempre me pareceu ter como objectivo lançar para a ribalta um jurista qu vegetava no anonimato quase absoluto.

7:46 da tarde  
Blogger Curiosa disse...

Coincidências?
Tal qual!!!
A 1ª vez que atravessei o tunel escrevi um post sobre os 6 minutos que demorei do restelo ao marquês! :)


(já nem sei como vim aqui parar...)

6:08 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home