quarta-feira, janeiro 24, 2007

O debate mensal.

O "tema" do "debate mensal" no Parlamento, tal como proposto pelo Governo, é: “alterações climáticas”. Seria melhor que este Governo, já que outros não quiseram, acabasse com as célebres e nojentas descargas que se repetem na Ribeira dos Milagres algures no distrito de Leiria. Como nada disto acontece, só me ocorre dizer que é isto que irrita na política portuguesa. Em vez de se discutirem e resolverem problemas concretos, pretende-se discutir e resolver aquilo para que uma sociedade pequena e relativamente atrasada como a nossa não está, nem pode estar, "vocacionada". Numa palavra, seria bem melhor que os poderes públicos portugueses se limitassem a fazer com que a lei se cumprisse. Os grandes temas mundiais como as "alterações climáticas", que hoje são uns e amanhã serão outros, que se deixem para os grandes países e para as grandes cabeças deste mundo.
P.S.: Acabo de ouvir, no início do debate, Sócrates pronunciar-se sobre aquilo que Portugal vai ser no futuro no domínio ambiental. Tão bom, em energias renováveis, como a Suécia e a Áustria. Alguém acredita? Também parece que, apesar da seca que aí vem (por causa das "alterações climáticas"), vamos apostar muito no aproveitamento de energia hídrica. Supõe-se que sem custos ambientais na construção de novas barragens. Isto enquanto o grupo parlamentar do PS aplaude freneticamente o "líder".

3 Comments:

Anonymous Anónimo disse...

Chatice do caraças!

Eu pensava que a gente ia ficar como a Finlândia.

Afinal só vamos ficar como a Suécia e a Áustria. Olha a porra!!

6:15 da tarde  
Blogger MissPearls disse...

E o aumento do imposto sobre as lâmpadas incandescentes?
Só sabem dizer mal do governo. Que o governo não faz nada para reduzir as alterações climáticas.
Hoje toma-se esta importante medida e não dizem nada!

1:22 da manhã  
Blogger Gaspar LDVS disse...

Não me parece que esta crítica exeda um faccionismo indecoroso face ao caráter oportuno do assunto do debate e à conveniencia social de políticas como as propostas por Sócrates.

4:40 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home