terça-feira, novembro 21, 2006

Poligamia

Ultrapassada a batalha da liberalização do aborto, que a esquerda moderna portuguesa abraça e talvez já considere vencida, venho propor mais um tema “fracturante” para a sua agenda. Francisco Louçã, Helena Roseta, Luís Fazenda, Daniel Oliveira, Ana Drago, Joana Amaral Dias e tantos outros e outras, "embora" começar a luta pelo direito à poligamia não apenas de facto, mas de jure. Não é possível esperar mais… Os ventos da história nunca sopraram tanto a vosso favor! Os portugueses não suportam mais que não abracem este tema. E as vossas consciências também não!

6 Comments:

Blogger rui disse...

bah! oh pah...
quer isso dizer que irias protestar muito contra a degenerescência dos costumes mas que na altura de pôr lá a cruzinha... não hesitavas no SIM?

8:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Eu acho mesmo que se deve avançar já para a poligamia do mesmo sexo. Ou estarei errada?

8:37 da tarde  
Blogger Fernando Martins disse...

Tudo interrogações pertinentes...

11:12 da tarde  
Blogger Pearl Fosky disse...

...e como e que se passa do aborto a poligamia?

1:45 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

E o sexo com animais? Deve ser desde já encorajado.

10:17 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Nunca tinha pensado nisto ...mas acho que tem toda a razão. O Estado não tem qualquer direito de me dizer com quantas pessoas me posso casar simultaneamente. Pode dar-me internamento compulsivo (só um doido é que atura 2 legitimas ao mesmo tempo) mas proibir NEM PENSAR!

3:49 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home