domingo, novembro 19, 2006

Almas gémeas

Todos nós possuímos, algures nesse mundo, ao menos uma alma gémea. A do dr. Santana Lopes está na Alemanha. A de Gerhard Schröeder está em Portugal. Pelo menos a avaliar pelo tom deste interessante comentário às memórias escritas pelo antigo chanceler social democrata. Como não podia dexair de ser, li com um sorriso nos lábios esta passagem:
"And just in case you were wondering too, never once in this book does Schröder presents himself as contemptible or disreputable. Every one of his decisions was right, every one of his proposals, crowned with success. There are no blunders to speak of. If anything did go wrong, it was the fault of others, whose weaknesses he is magnanimously prepared to overlook, as long as confessions were made. Of course other people have different opinions, one is a democrat after all, but these opinions are "absurd", "distorted" "unrealistic" by turns and if he feels himself being backed into a corner, then an "I'm certain of it" or an "I am utterly convinced" always comes in useful for silencing persistent doubters."

4 Comments:

Blogger bruno cardoso reis disse...

Está a falar de quem: do Santana Lopes, do Cavaco Silva, do Paulo Portas, do Durão Barroso? De certeza não será do António Guterres que foi tão atacado por dialogar demais.

11:48 da manhã  
Blogger Fernando Martins disse...

Lá fui manchar, aos teus olhos, Bruno, a imagem imaculada desse grande estadista que foi, é e será Schröeder. Putin e a malta do petróleo e do gás na Rússia que o digam!

12:08 da tarde  
Blogger bruno cardoso reis disse...

Grande Fernando, nunca fui propriamente de ser fã de ninguém em política. E a reforma de Schroeder tem sido altamente questionável. No entanto, realmente é engraçado ver tanta gente escandalizada com o petróleo russo, mas ficarem muito apoquentados com as "teorias da conspiração" quando se fala de Bush e do petróleo saudita, ou dos sítios de onde vêm e para onde vão os membros do seu governo.

Mas a minha confusão era sincera quanto ao melhor candidato a Schroeder português.

2:10 da tarde  
Blogger Fernando Martins disse...

Salvo as devidas proporções, pelo teor das memórias e pelos locais "escolhidos" para a reforma da política, voto então em Santana. Tu talvez votes em Mário Soares, pensando na excelência do Portugal Amordaçado e nas entrevistas, em três volumes, à Maria João Avilez.

2:39 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home