segunda-feira, abril 24, 2006

Povo a tavola

Participei na sexta-feira passada, com todo o gosto, na anunciada mesa-redonda Weblogs: autor/editor. Como se pode confirmar pela foto palmada ao Adufe (e assinada por esta simpática homónima), a mesa não era realmente redonda. Mais importante que isso, a conversa também o não foi.
Como se cronicou no Espumadamente, para hora e meia de discussão o programa era ambicioso, pelo que o último tópico ("o uso de blogues na educação e no desenvolvimento do gosto pela escrita"), por manifesta falta de conhecimento dos meseiros e decreto misspearliano, foi liminarmente abolido. Os outros três ("a dicotomia autor/editor e a validação de conteúdos"; "os novos caminhos da informação e do debate"; "o uso integrado das tecnologias") foram abordados através de rondas sucessivas de perguntas (quase todas inventariadas no resumo postado no Além de Mim) feitas pela moderadora, a que acresceram, nos minutos finais, algumas outras vindas da trintena de pesssoas que compôs a assistência, esmagadoramente blogueira.
Não podendo reproduzir tudo o que se disse, parece-me correcta a afirmação genérica de que foi sobretudo da experiência autoral de cada participante que quem lá esteve pôde ouvir falar. João Villalobos referiu o Prazeres Minúsculos como um espaço colectivo de experimentação literária, como uma plataforma de publicação. Catarina Campos, do 100Nada, falou do prazer da escrita, e sublinhou o papel do seu exercício diário (que um blogue pressupõe) num consequente aperfeiçoamento. Francisco José Viegas, d'A Origem das Espécies, destacou a rede, essa dimensão de intersecção humana (de escrita, de leitura, de mobilização) que a blogosfera configura. Rui Branco, do Adufe, mencionou a participação cívica pela opinião, bem como as angústias que qualquer blogger pode partilhar com um escritor, como o receio do esgotamento criativo.
Falou-se também do imediatismo e do repentismo característicos do meio, tal como da alteração do processo de edição que muitas vezes acompanha o crescendo de protagonismo e número de leitores de determinado blogue. Os mecanismos de influência por meio de links, o papel da afinidade no processo de validação de outros blogues e a percepção de quem nos lê, foram outros dos aspectos tocados. Questões em aberto, pois, até uma próxima oportunidade. Aqui fica, de remate, o meu agradecimento à organização e à moderadora. Foi um belo fim de tarde.

4 Comments:

Blogger Luís Aguiar Santos disse...

A nossa Cláudia ali na extrema esquerda (salvo seja...) a representar tão bem este blogue...!

6:00 da tarde  
Blogger Fernando Martins disse...

Completamente de acordo!

7:22 da tarde  
Blogger MissPearls disse...

A nossa amiga estava um espectáculo!
Ai Ana Cláudia, isto está tão certinho, tão bem escrito que vou já copiar.

E também gostei do jantar :)Tanta mulher gira :)
(Não é indiscrição; é para fazer inveja :))

7:54 da tarde  
Blogger Ana Cláudia Vicente disse...

Rapazes, simpatia vossa; e para que não restem dúvidas ao leitor desavisado, de extremamente esquerda só tenho a mão com que escrevo :)

Miss Pearls, verdade-verdadinha, mas não esqueçamos os poucos (porém aprumados) cavalheiros :)

10:14 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home