sexta-feira, abril 28, 2006

Porque é que será?


Valentim Loureiro, presidente da Liga Portuguesa de Futebol e presidente da Câmara Municipal de Gondomar, viu ser arquivado o processo que contra ele tinha sido movido no âmbito do chamado caso "apito dourado" e que envolveria situações de corrupção activa e passiva e de tráfico de influências no mundo do futebol profissional português. O major está indignado e quer processar o Estado português. Faz muito bem. Só estranho que aqueles que, depois do sucedido a Paulo Pedroso, foram tão céleres em acusar de péssimo funcionamento o nosso sistema judicial, acusando-o de perseguir politicamente o antigo ministro, não tenham tido ainda oportunidade de manifestar a mesma indignação e a mesma solidariedade em relação a Valentim Loureiro. E já agora, também, em relação a Pinto da Costa. Ou será que já o fizeram mas apenas em privado? Ana Gomes, por exemplo, tem o número de telefone dos dois homens fortes do futebol português? E Marques Mendes já fez acto contrição diante do major?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home