quarta-feira, março 01, 2006

Dies Cinerum

Guardar o aniversário ou a passagem de ano para o exame de consciência não basta, pelo menos não a quem se preocupa com a mortalidade e o que se lhe segue. Com excepção dos Ortodoxos, que levam dois dias de avanço, os demais cristãos começamos hoje o que Gregório Nazianzeno chamou o baptismo laborioso. A imposição de cinzas, antiquíssimo ritual judaico associado ao luto e à expiação, inaugura um período de penitência pelo exercício da frugalidade, da oração e da partilha de bens materiais. A experiência de Jesus Cristo no deserto da Judeia é o modelo. A reflexão, essa, é em torno da imperfeição humana, do mal interior. Quarenta dias para mudar para melhor.

[Reprodução de ícone de São Gregório, o Teólogo: Wikimedia Commons]

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home