sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Anonimato, mas pouco

Hoje, pela terceira vez nas últimas semanas, reparo que uma reportagem no noticiário da SIC apresenta alguém que dá o seu testemunho a um jornalista sob reserva de anonimato, mas que está reconhecível. Quero com isto dizer que o seu perfil e a sua roupa não são ocultados na imagem, que a distorção da sua voz é mínima, e que a face aparece tão pouco pixelizada que quem quer que conheça vagamente esse anónimo(a) o(a) identificará sem grandes problemas. Percebo que a alteração da imagem e do som em televisão se apresentem como um desafio; porque são inestéticas a um ponto quase cómico, são constante motivo de inúmeras rábulas de humor. Mas a estética não interessa para nada quando o que está em causa é a integridade de quem dá um testemunho. Digo eu.

[Imagem: iStockPhoto]

Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home