sexta-feira, março 05, 2010

Sem mais

Garcia Pereira, aqui, diz o essencial. Mesmo discordando ideologicamente ou em algum pormenor prático, é bom que haja Esquerda a falar assim. Muitos, mesmo no PS, poderiam aprender.
A propósito: no ano que vem, muitos voltarão a protestar contra a candidatura presidencial de Garcia Pereira. Mas lembro-me bem como, em 2006, bastou a este candidato meia hora com Judite de Sousa para responder e falar como um candidato de ideias claras, coisa que não vi a nenhum outro. Independentemente de todas as divergências ideológicas, valeria bem a pena que os restantes candidatos fossem medidos pelo padrão da clareza e rigor dessa entrevista.

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger João Miguel Almeida disse...

Uma pausa no meu «jejum blogosférico» para comentar: Garcia Pereira não terá o meu voto, mas tem o meu aplauso.
É lamentável que numa direita tão preocupada com a «crise de valores» não se faça esta separação de águas e uma parte da esquerda misture convicções com demagogia.

3:20 da tarde  
Blogger Carlos Pires disse...

o Garcia Pereira é aquele que continua a defender a ditadura do proletariado, não é?

12:34 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home