sexta-feira, agosto 17, 2007

Karamba...

Passei a noite de ontem em claro... tal desassossego foi inflamado por mais um daqueles debates político-sociais na televisão sobre o desastre de Portugal onde os presentes zurziram na populaça que é analfabeta, preguiçosa e acomodada, culparam os políticos que esbanjam e que são incompetentes e teceram mais ou menos veladamente altos elogios a si próprios enquanto empresários, políticos, ministros, altos gestores, professores universitários ou estudiosos de uma determinada matéria.
Questionados directamente sobre as suas soluções para o problema, a crise pela qual Portugal atravessa, a vulgata: sevícias para o sector público, subsídios para isto ou para aquilo com o intuito de estimular, de motivar, a internacionalização, a apresentação dos bons exemplos do que os outros países fizeram e a esperança nos jovens, principalmente se foram estudar, estagiar ou trabalhar no estrangeiro pois por cá já se sabe… subentende-se que só se emburra. Não houve qualquer discurso sobre responsabilidades próprias ou sobre metas claras com um programa coerente de acção... nada disto foi exposto. Dada a insónia, cansado de debates estéreis, levantei-me e decidi esvaziar a caixa de correio electrónico. Muita publicidade (spam) oferecendo crédito pessoal, crédito para comprar um carro e extraordinárias campanhas e promoções nos supermercados e ainda um quadradinho fotocopiado anunciando os dotes do Professor Karamba. Apesar de pessoalmente não acreditar nos poderes deste dito professor, resolvi, por graça, ler e fiquei siderado pois este homem supostamente iluminado por um "dom hereditário, ajudou muitas pessoas em todo o mundo em casos de: amor, recuperação de empresas, inveja, mau olhado, falta de sorte, grandes problemas financeiros, problemas judiciais, falta de confiança em si próprio, doenças espirituais, dificuldade em engravidar, impotência sexual, problemas com álcool e drogas, falta de vitalidade e outros casos sem explicação." [fim de citação].
Caramba! Aqui está a solução para Portugal! Este era um homem que devia governar Portugal!
Tem tudo para nos curar, pois além de todas as explicações, ainda consegue curar o mal oculto de Portugal que não tem explicação, fazendo o diagnóstico e tendo todas as mezinhas necessárias... Mais: tem ética, pois o prospecto termina com a frase que a nação exige: "Pagamento após o resultado".

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home