quarta-feira, dezembro 27, 2006

Gerald Ford (1913-2006), 38.º Presidente dos EUA

Gerald Ford foi um presidente com um percurso único na história dos EUA. Tal como o seu sucessor, Carter, foi um presidente de transição grandes dois grandes como Nixon e Reagan. Sobre Ford devem os portugueses recordar que foi ele quem conduziu os destinos dos EUA quando em Portugal se desenrolava o PREC e, mais tarde, se tentava a chamada normalização democrática (embora tenha sido Kissinger, o seu secretário de Estado, a preocupar-se com tais insignificâncias).
Ford assistiu à implantação de regimes comunistas nos antigos territórios coloniais portugueses e procurou, ao não se opor a uma invasão de Timor Leste por tropas indonésias, evitar ficar no seu currículo com a responsabilidade pelo regresso do marxismo-lenismo ao seio do seu mais importante aliado no Pacífico depois da inesquecível debandada americana do Vietname do Sul a que, por fatalidade, também presidiu. A invasão de Timor e a retirada norte-americana do Vietname tiveram para as respectivas populações e territórios consequências que não vale sequer a pena mencionar. Mas o realismo político tem destas coisas e é sempre bom recordá-lo. De qualquer modo, foi um presidente acima da média em circunstâncias absolutamente excepcionais. Provou que não apenas um homem comum poder ser presidente dos EUA como, sobretudo, um extraordinário presidente.
Sobre Gerald Ford, personagem simples, algo simplória e um dos mais desconhecidos antigos presidentes norte-americanos, leiam-se, com vantagem, estes dois textos.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home