terça-feira, setembro 23, 2008

Em jeito de desabafo

A escola é um armazém de três turnos de um milhar de alunos e é por vezes impensável o enquadramento físico dos mesmos dentro do reduzido espaço que lhes cabe. A escola em vez de ser um lugar de convivência, descoberta e criação, torna-se uma espécie de um local de "agressão" e de competitividade entre o que é urgente fazer, aprender e o que seria desejável e pedagógico transmitir. A educação fica submersa no meio da complexidade dos horários, dos espaços compactados, da extensão dos currículos, da aridez de certas matérias, das condições violentas exigidas a vários professores para quem ensinar acaba por ser dar séries de aulas a séries de turmas que são praticamente agredidas com o despejo da matéria.
Para onde se caminha? Que tipo de pessoas se querem formar?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home