domingo, março 11, 2007

Façamos sinceros votos

A minha meia idade permite que me recorde das tardes de Sábado que passei colado ao ecrã da RTP assistindo a jogos de rugby do já defunto torneio das 5 nações. Nessa altura o rugby internacional era diferente, mas era um desporto extremamente aliciante e competitivo, numa altura em que eram poucas e irregulares as transmissões em directo de futebol profissional. Na altura, há mais de trinta anos (como há vinte ou dez) o rugby português jogava-se em campos pelados diante de meia dúzia de maduros. Nuca me atrevi a praticar tal desporto composto por homens altos, fortes, “raçudos” e com um fair-play ninguém ousa desmentir. Ontem, e pela primeira vez, Portugal e a sua selecção de rugby não profissional estão a 80 minutos de chegar à fase final de um campeonato do mundo onde os outros serão todos profissionais. A vitória de sobre o Uruguai (12-5) foi um enorme feito. O apuramento será uma coisa ainda maior. A pátria portuguesa do rugby merece-o. Façamos votos e promessas, acendamos velas!

2 Comments:

Anonymous Nuno Alexandre Lopes Marques disse...

Eu estive lá e acredito que vamos conseguir.

Força "lobos"!

2:32 da manhã  
Blogger Pedro Picoito disse...

Nem mais.

7:37 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home