sábado, janeiro 21, 2006

Reflexão autobiográfica

Os Amigos do Povo têm discutido entre si as vantagens e até a necessidade de cada um escrever um texto a apresentar-se, dado que este é um blogue plural e diverso. Encarei o dever como um trabalho penoso, dado ser reservado. Escrevi um texto curto, pois uma personalidade linear como a minha não justifica longas análises. Decidi que o dia mais adequado para publicá-lo era hoje, dia decretado obrigatoriamente de reflexão. Aqui vai: em política, liberal por causa da liberdade e de esquerda por causa da igualdade. Religiosamente, cristão por causa do evangelho e católico por causa do baptismo. Na cultura, dado à literatura e ao cinema. Herói da adolescência: Sam Shepard porque era escritor e casado com a Jessica Lange. Fotografia de actriz que tinha afixada no meu quarto: Nastacha Kinsky (um plano a preto e branco de «Paris Texas»). Quanto a assuntos culinários, adepto do bacalhau com grão, muito por causa do grão, e do arroz de pato, por causa de ambos. Em anos recentes, deu-me para a dança e subir montanhas. Não atingi o topo do Quilimanjaro, mas hei-de tentar outra vez.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home